Surto maligno: Mais casos de humanóides canibais

O surto de canibalismo que ronda o mundo não pára. Depois de humanóides brasileiros terem matado pessoas, recheado e vendido ‘coxinhas’ com pedaços de carne das vítimas, outro humanóide estadunidense ter dilacerado o rosto de um morador de rua, e um maligno confessar que comeu o cérebro e o coração do colega de quarto, mais alguns casos vieram à tona.

1) Hans Ulrich R., vereador de Winterthur (Suíça), já condenado por assassinato, publicou o anúncio na internet, oferecendo Patricia J., de 27 anos, e sua filha, de 12, como escravas sexuais à procura de “mestre sádico ou carniceiro”. De acordo com o maldito, vinte pessoas responderam ao anúncio. Um policial se disfarçou de canibal interessado no anúncio e acabou prendendo Hans, informou o site “The Local”. Para completar, ele gosta de ser chamado de “Marquis el Diablo” (Marquês Diabo).

Algumas das crianças vítimas do canibal chinês

2) Um humanóide suspeito pelo assassinato de várias pessoas, de retalhar os corpos, negociar a carne como “carne de avestruz” e manter os olhos das vítimas em garrafas em sua casa foi detido pela polícia da China. Zhang Yongming, de 56 anos, morador da província de Yunnan, foi preso no fim de abril, após uma investigação sobre o homicídio de um jovem de 19 anos. “Zhang Yongming é um monstro canibal”, afirmaram moradores da área.

3) Brandon De Léon, um jovem de 21 anos que vive na rua, foi detido no sábado passado quando entrou em um restaurante e insultou dois policiais que estavam no local, que decidiram prendê-lo por má conduta, informou um comunicado da polícia de North Beach. “Quando era levado à delegacia de polícia, Brandon começou a bater sua cabeça várias vezes contra o vidro do veículo enquanto gritava ‘vou comer vocês'”, segundo o comunicado. De acordo com os oficiais, De León tentou morder outro agente da delegacia quando estavam medindo sua pressão arterial. O homem estava irado e “grunhia, abria e fechava a boca”, às vezes soava como um animal, descreveu o documento policial.

4) Carl Jacquneaux (à esquerda), 43 anos, atacou seu vizinho Todd Credeur, em Lafayette (Louisiana, EUA). “Durante o ataque, ele arrancou um pedaço do rosto da vítima”, disse Kert Thomas, da polícia local, à rádio KATC. Todd contou que estava no quintal da casa dele quando Carl apareceu de repente e investiu contra ele, sem motivo aparente. A vítima se defendeu lançando contra o agressor veneno antivespa.  O canibal foi preso.

As coisas tendem a piorar…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s