Em qual terreno edificarás a tua casa?

Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; e desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; e desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda (Mateus 7:24-27).

Amados, estes são sábios mandamentos ditos por Jesus Cristo. No entanto, a Bíblia está codificada, então, antes de tudo, é preciso decodificar as palavras, para que possamos entendê-las e escolher se as seguiremos ou não. Pois bem, o que é a “casa”? Se lermos atentamente as Sagradas Escrituras perceberemos alguns versículos que podem nos desvendar esse mistério. Como as palavras do Apóstolo Paulo, quando nos questiona: Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? (1 Coríntios 3:16). Ou seja, se o Espírito de Deus reside em nós, concluímos que o nosso corpo, mais precisamente o nosso interior, é a “casa” na qual Jesus nos fala. Quanto a Rocha, não temos dúvida que Essa é o nosso Senhor. O Rei Davi nos confirmou quando disse que, “O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador” (2 Samuel 22:2). A areia significa o mundo e sua base ilusória. A chuva e os ventos são as provações. Sabendo estes significados, podemos entender o sagrado mandamento de Cristo, nosso Senhor e Salvador.

Aquele que constrói a sua casa espiritual na areia do mundo, terá a ilusão de que é dono si mesmo e perderá o temor pelo Senhor. Afastado do Criador, preferirá firmar a sua base no dinheiro, nos títulos, na fama, na popularidade, status que, como a areia, não resistirá às muitas tempestades da vida. Ao assumir o mundo como apoio, não apenas deixará seu interior em perigo, mas optará por ser escravo de Satanás, pois ele é o príncipe deste mundo. E quando a sua casa cair, a quem pedirá socorro? Ao inimigo?

Mas, o prudente que escolher firmar a sua vida, a morada do Espírito Santo, na Rocha, este é um homem sábio. Pois, a sua casa resistirá não apenas as potestades, mas será morada eterna da Luz Graciosa de Deus, justificados pelo Sangue de Jesus, nosso Senhor. Será servo de um Rei justo e adotado como Filho pelo Altíssimo. E quando a morte vier não a temerá, pois sua morada não será perdida, mas transformada em Mansão Real do Espírito Santíssimo para todo o Sempre. Amém.

Por isso, amados, não temei as provações, sabendo que estais edificados sobre a Rocha. Não se abalem com os mais fortes ventos das tribulações, pois a Rocha na qual estamos alicerçados, esta nos sustentará e não as nossas próprias forças. Devemos está cientes, tal qual o Apóstolo Paulo, de que “nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor”  [Romanos 8:38-39].

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s