Bebês de laboratório ultrapassa a quantidade de 5 milhões no mundo

O mundo contabiliza atualmente 5 milhões de bebês nascidos pela fertilização in vitro. A estimativa foi divulgada nesta segunda-feira durante o congresso da ESHRE (Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia), que ocorre em Istambul, na Turquia.

Pelo menos 350 mil crianças são concebidas todos os anos a partir da técnica. O número representa 0,3% dos 130 milhões de bebês que nascem mundialmente e mais de um terço de todos nascimentos na Europa.

A primeira fertilização in vitro ocorreu há 34 anos e gerou uma menina, Louise Brown, em 1978.

Desde então, o procedimento que coloca o esperma e o óvulo para fusão em discos (placa de petri) laboratoriais ou que injeta o esperma diretamente no óvulo se tornou uma prática comum.

Seria um exagero supor que não tarda o que outrora foi escrito por George Orwell em seu best-seller, Admirável Mundo Novo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s