DESCOBERTA NOVA “SUPER-TERRA” QUE PODERIA ABRIGAR VIDA

Um novo exoplaneta entrou para a lista de planetas que contemplariam condições necessárias para a existência de vida. Trata-se do Gliese 163c, que orbita em torno da estrela Gliese 163, uma anã vermelha localizada a 50 anos-luz da Terra. A descoberta foi feita por uma equipe do Laboratório de Habitabilidade Planetária da Universidade de Porto Rico. O exoplaneta está sendo considerado pelos cientistas uma super-Terra, pois tem uma massa 6,9 vezes maior do que a do nosso planeta.

Segundo alguns cálculos, o Gliese 163c leva 26 dias para realizar a órbita ao redor da sua estrela. Por conta da distância de sua estrela, estima-se que a temperatura deste exoplaneta seria em torno de 60 graus Celsius, o que não permitiria a existência de vida como a que conhecemos na Terra, mas poderia abrigar alguma espécie de vida microscópica. A descoberta do sexto exoplaneta potencialmente habitável foi realizada pelo espectrógrafo europeu HARPS, um equipamento que faz imagens de um espectro luminoso, que está localizado no Chile.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s