DARPA quer injetar espuma para conter hemorragia de soldados feridos em batalha

Essa espuma é um tipo de polímero de poliuretano que é injetada no paciente na forma de dois líquidos; quando ambos se encontram e se misturam dentro do corpo da vítima, eles expandem em cerca de 30 vezes o seu volume, solidificando-se, estancando o sangramento e mantendo “tudo no lugar” até que o socorro médico possa chegar até o paciente.

Para completar, essa espuma pode ser removida com facilidade por qualquer médico cirurgião em menos de um minuto, pois ela deixa poucos resíduos.

Durante os testes executados, a espuma conseguiu estancar hemorragias internas severas por até três horas, sendo que o sangue perdido durante o período foi seis vezes menor. Com isso, a taxa de sobrevivência de pacientes com sangramento severo na marca de três horas subiu de 8 para 72 por cento.

fonte: tecmundo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s