Cientistas afirmam terem encontrado “código da vida” no livro de Gênesis

Cientistas afirmam terem encontrado “código da vida” no livro de Gênesis

Diferentes “códigos da Bíblia” já foram revelados ao longo da história. Porém, o cientista britânico Gordon Rugg, da Universidade de Keele e o americano David Musgrave, da Amridge University, criaram um programa através do qual afirmam terem encontrado o que chamaram de “código da vida”.

O software coloca o texto completo em uma grade, de forma que cada caixa represente uma palavra e as palavras definidas na pesquisa apareçam em quadrados coloridos. Dessa forma os pesquisadores podem encontrar padrões na ocorrência dessas palavras, o que revelaria códigos escondidos.

– Nosso novo método é uma maneira rápida e fácil para os cientistas identificar padrões, ou para ver quando eles são pistas falsas, informações importantes para quem lida com textos grandes – afirmou Rugg.

Como exemplo da técnica, os pesquisadores decidiram mostrar o que acontece quando você procurar a palavra “vida” e “morte” no livro de Gênesis. A análise mostrou que no Gênesis nos versos que começam e fechar as principais divisões do livro são frequentes as referências à vida, enquanto a morte só pode ser encontrada em versos centrais.

– Nós encontramos um padrão literário usado de uma forma que nunca foi mostrado antes. Não estamos falando sobre códigos secretos e conspirações, mas algumas imagens impressionantes… por que isso foi feito há milhares de anos e permanece um mistério mas, possivelmente, o padrão é “bom”. Mensagens de morte, dando a “vida” maior impacto – afirmou Rugg.

O software mostrou ainda que os Evangelhos tendem a refletir os temas e estruturas do Antigo Testamento. De acordo com o Acontecer Cristiano, quando aplicada uma busca pela palavra “gerado”, foi apresentado padrão impressionante na primeira parte do Gênesis, refletindo o que foi encontrado também na primeira parte do Evangelho de Mateus.

Anúncios

Detectando a raça maldita na Bíblia

A presença de seres malignos infiltrados a serviço de Lúcifer na história do planeta é incalculável. Desde que rejeitou o seu estado hierárquico de arcanjo e caiu em desgraça com um terço dos anjos dos Céus, o senhor dos anjos caídos vem tramando suas investidas que tem como objetivo a total degeneração da raça adâmica. Na Bíblia podemos notar diversos desse seres malignos a serviço do inimigo. Um exemplo pode ser observado no livro de Neemias (2:9) que veremos a seguir.
Ao saber que a cidade de Jerusalém estava arrasada em decorrência de sucessivas invasões persas (454 a.C.), Neemias, copeiro do rei – cargo de enorme destaque –, ora a Deus para que tenha misericórdia do seu povo, pois seu estado de miséria era lastimável. Sob as Mãos do Altíssimo, ele consegue convencer o rei de ir reerguer os muros da cidade santa. Com um discurso de enorme poder, consegue reunir um imenso grupo de pessoas que, coletivamente, começam a refazer a história do povo escolhido. É nesse momento que entram em cena os seres na qual me referir anteriormente. Ao perceber o extremo apoio que recebera da maioria, Sambalate, Tobias e Gezém, malignos infiltrados, se rebelam contra aquela decisão.
A análise desse versículo (2:9) deve ser feita de maneira minuciosamente precisa. Os malditos infiltrados atacam aquele grupo, liderado por Neemias, com insultos e demérito, além de uma acusação perigosíssima de rebelião contra o rei. Apesar de todo esse alvoroço causado pelos três acusadores, a resposta foi uma mescla de união e fé que, segundo Russell Shedd, “demonstra a necessidade de oração e de firmeza no trabalho de Deus. As orações de Neemias nos fornecem um excelente estudo”. Estudo esse que nos revelou mais uma das inúmeras atuações, ideológicas e físicas, de satanás e seu extremo ódio contra nós, adâmicos.
Para finalizar, devo alertar para outro versículo de importância semelhante: O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus pede conta do que passou (Eclesiastes 3:15). Por esse ângulo podemos entender o alerta do sábio; o que aconteceu ontem se repete hoje e se repetirá amanhã, até o final desse ciclo. É preciso estar atento para as investidas desses psicopatas programados pelos malignos. Nesse contexto, vigiar e orar ainda ecoa como a melhor solução para uma boa defesa. Amém! Paz seja convosco.

TEMPO DA GRAÇA

Eu te socorri no tempo da oportunidade e te socorri no dia da salvação; eis, agora, o tempo sobremodo oportuno, eis, agora o dia da salvação (II aos Coríntios 6: 2).
 
Esta é, sem dúvida, uma das passagens bíblicas mais precisas a cerca do Plano Divino de Salvação da Raça Adâmica. Ao exclamar com tamanha veemência o período histórico onde nos situamos nessa imensidão do tempo, o Apóstolo Paulo abre uma discussão preponderante para reconhecimento do nosso ser cósmico, a Igreja; a de vivermos no tempo da graça.
A nossa época é o atual período da pregação do evangelho da salvação através da remição de pecados em Cristo Jesus. Todavia, indo além desse magnífico fato, percebemos também outro ponto importantíssimos para nos reconhecermos como agente histórico consciente de si mesmo: a análise das setenta semanas de Daniel (Daniel 9: 24-27).
Na visão de Sacramento (1980, p.22) no “estudo da 70ª Semana de Daniel é necessário identificar os 3 períodos ou partes dessas semanas. Assim é que, para melhor facilitar o entendimento, deve-se levar em conta a ordem conforme disposta no texto acima”. Para melhor compreensão desse estudo teremos um cálculo temporal denominada “fórmula Daniel”, ou seja: 7 + 62 (              ) + 1. Isso significa que as 70 semanas estão dispostas em 3 períodos, como alertou Sacramento. Notemos que há um intervalo entre parênteses, a seguir ele será elucidado. Antes, porém, devemos identificar os períodos: o número 7 representa o período da reconstrução de Jerusalém através de Neemias; já o 62 corresponde ao exílio sofrido pelo povo judeu (Israel); findo esses períodos, tem-se, segundo a revelação de Daniel, a morte do Ungido (Jesus Cristo). Devo salientar que as referidas semanas, representadas pelas numerações, são semanas de anos, ou dias proféticos ( ex: 7 semanas x 7= 49 anos, num total de 490 anos).
Assim sendo, o parêntese existente nessa fórmula, que demonstra graficamente a história de Israel, corresponde exatamente à oportunidade aberta para os gentios no Plano de Salvação da Raça Adâmica, é ai que a presença da Igreja acontece. Adentramos o período da graça, na qual estamos nesse exato momento. Para o professor Enéas Tognini (1970), “O Senhor fez parar a história dos judeus e abriu um parêntese para salvar os gentios: é o tempo da graça que já dura dois milênios”.
Entretanto, quando falamos de gentios não dizemos qualquer gentio, mas a Raça Eleita, a Noiva de Cristo, o Exército dos Exércitos, corpos inexplicáveis em palavras humanas com uma mente tão poderosa quanto a do Mestre, eternos e incorruptíveis. Isto porque, pelo Sangue do Cordeiro fomos resgatados de densas trevas para a maravilhosa Luz do Pai Celeste. Mas, não se enganem, essa oportunidade grandiosa não durará eternamente, antes tem seu fim na “plenitude dos gentios” (Romanos 11:25) em um momento sublime chamado “Arrebatamento”. O fim do ciclo da Igreja representará a assolação de toda Terra, um período conhecido como Grande Tribulação, tempo de choro e ranger de dentes. Este é o momento histórico representada na “fórmula Daniel” pelo número 1 (ou 7 anos).
Amados, reflitam nesse texto, encare essa idéia como central em sua vida, reconheça-se como filho da Luz, se arrependa dos teus pecados, seja parte dos Santos que compõem o Corpo de Cristo, a Igreja. Não essa feita por mãos – Batista, Metodista, Pentecostal, muito menos as mal-ditas Universal, Internacional e Mundial, tão enormes em títulos materiais e tão pequenas em conhecimento espiritual – mas aquela que estará sentada nas Bodas do Cordeiro, a que foi arrebatada das hostes do Inimigo. O tempo urge contra nós, queridos irmãos, e é preciso que estejamos atentos, vigiando e orando, realizando obras e acumulando galardões, para que cheguemos nos Céus irrepreensíveis em nossas missões!
Graça e Paz!
Maranata!
fonte: vozdefeira

DESCOBERTA NOVA “SUPER-TERRA” QUE PODERIA ABRIGAR VIDA

Um novo exoplaneta entrou para a lista de planetas que contemplariam condições necessárias para a existência de vida. Trata-se do Gliese 163c, que orbita em torno da estrela Gliese 163, uma anã vermelha localizada a 50 anos-luz da Terra. A descoberta foi feita por uma equipe do Laboratório de Habitabilidade Planetária da Universidade de Porto Rico. O exoplaneta está sendo considerado pelos cientistas uma super-Terra, pois tem uma massa 6,9 vezes maior do que a do nosso planeta.

Segundo alguns cálculos, o Gliese 163c leva 26 dias para realizar a órbita ao redor da sua estrela. Por conta da distância de sua estrela, estima-se que a temperatura deste exoplaneta seria em torno de 60 graus Celsius, o que não permitiria a existência de vida como a que conhecemos na Terra, mas poderia abrigar alguma espécie de vida microscópica. A descoberta do sexto exoplaneta potencialmente habitável foi realizada pelo espectrógrafo europeu HARPS, um equipamento que faz imagens de um espectro luminoso, que está localizado no Chile.

OS PERTURBADORES DA ORDEM

Por Mebude Mada

Então disse ele: Eu não tenho perturbado a Israel, mas tu e a casa de teu pai, porque deixastes os mandamentos do SENHOR, e seguistes a Baalim. 
[1 Reis 18:18]

Você é um PERTURBADOR DA ORDEM? Não? Então existe algo de errado com você. Se “o mundo todo está no maligno”, como está escrito na Bíblia, e você nada está fazendo para combater este sistema, então os teus talentos não estão gerando lucros, e a tua existência neste planeta é improdutiva.  Em sua obra, “O Futuro Glorioso do Planeta Terra”, Bloomfield escreveu que

Jesus também foi considerado um perturbador, em seus dias. Ele provocou perturbações nas sinagogas e no templo em Jerusalém. Os apóstolos também foram perturbadores. Foram homens que viraram o mundo de pernas para o ar. Martinho Lutero também foi perturbador da ordem. A ICAR podia tolerar todos os males que Lutero apontou, mas não pode tolerar o próprio Lutero. João Wesley foi um provocador de problemas para a igreja Anglicana. E a Igreja atual necessita mais do que nunca de perturbadores da ordem […].

Estas palavras foram escritas por Bloomfiled há pelo menos 60 anos, e elas precisam ser renovadas mais fortemente nestes dias. Não se acomode, não cruze os braços, pois satanás está agindo aceleradamente em busca de mais almas. A degeneração está sufocante.

A Resistência Viva está lutando incansavelmente! Nossos dias estão sendo difíceis, mas, estarmos inseridos em todo este processo cósmico é algo magnífico, poder enxergar o mundo invisível é algo que não se explica.

A Cristo toda a honra e Glória.

MARANATA!

COMO OS HUMANÓIDES SÃO INFILTRADOS NA TERRA

Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva.
(2 Pedro 2:17)

Por Mebude Mada

Ao afirmarmos para os humanos que existe uma raça maligna – conhecida pela RV como humanóides – coabitando no mesmo mundo com eles, sendo fisicamente semelhantes, mas interiormente degenerada, criaturas estas que foram postas no mundo por Satanás, o primeiro impacto geralmente é o ceticismo. No entanto, independente do que os adâmicos[1] acham, esses seres desprezíveis são projetados para cumprir uma missão maligna no planeta. Apesar de suas atribuições serem diversificadas, seus objetivos estão fundamentados em três metas, a saber; matar, roubar e destruir (cf. João 10:10).

Esses amaldiçoados, chamados por Cristo de “joio” (cf. Matheus 13: 38), estão por toda parte. “Eles” surgem como falsos profetas, grandes líderes no Estado, delineando o destino da humanidade; estão no controle das riquezas; nos pontos centrais da educação; na mídia e na arte influenciam gerações. Os de alta estirpe são intitulados ILLUMINATIS, a mais alta hierarquia da Maçonaria[2].  A quantidade desses seres malignos na Terra é crescente, à medida que nos aproximamos do Fim dos Tempos. Estão sempre preparados para tudo, possuem apenas um tipo de sentimento, ódio. Dentre milhares de humanóides, tomarei como exemplo a vida de um destes, e revelarei, nesta matéria, como eles vivem em nosso planeta.

A história do humanóide Lúcio Valério Barbosa 

Nascido em 28 de abril de 1960, na cidade de Sidrolândia (MS), Lúcio Valério, professor, escritor, poeta e compositor, parece um humano bem virtuoso. Gosta de ajudar as pessoas, é casado e leva uma vida pacata. Mas, a verdade por detrás dessa casca é bem outra; este maligno cumpre a missão de corromper espiritualmente quantos ele puder levar.

Dentre os registros sobre sua vida, encontramos vestígios na sua infância que comprovam a  intensa relação com o fenômeno UFO – convivendo e tendo contato com “seres de outros planetas[3]”. O professor humanóide relata que era uma criança triste e sozinha, mesmo entre seus “irmãos” e pais, sentia-se sempre distante daqui. Segundo ele, era um sentimento estranho, como se sua casa fosse em algum local muito distante, num outro mundo. Além disso, Valério faz questão de lembrar que, com apenas 5 anos, costumava sentar-se no terreiro para observar, o dia inteiro, o espaço. Com esse comportamento pouco comum, chegou até suscitar comentários preocupados de sua avó paterna, pois, segundo ela o “menino [era] muito triste e muito estranho”. Para completar, o professor maligno ressalta:

“Meus pais quase morriam de preocupação quando eu me ausentava, mas sentia-me muito sozinho ao lado de meus familiares; eu me sentia um estranho, por mais que eles me dessem carinho e amor”.

Suas experiências ufológicas intensificaram com o tempo. Lúcio relata que chegou a um estado que,

Quase todas as noites apareciam luzes sobrevoando a casa [de seus pais]; minha mãe dizia que, ao se levantar à noite para nos olhar e ver se estava tudo bem, via uma grande luz prateada sobre mim; ela ficava com medo e voltava para junto de meu pai. 

Apesar de todos esses estranhos eventos, o humanóide casou-se com uma humana. É a partir daí que a sua missão degenerativa começa a intensificar. O maldito cederá a própria esposa para experiências feitas por anjos caídos. Falando sobre o primeiro contato da sua mulher com esses seres das trevas, o psicopata registra em seu livro, “UFOs no Pantanal”, como ocorreu o evento medonho:

Era madrugada, e eu estava em casa conversando com minha esposa, quando senti o sinal deles por perto. Perguntei a ela se gostaria de conhecer um ET, e ela respondeu que sim; então, uma luz dourada entrou no quarto. Minha esposa, temerosa, dizia: “Olha lá, é uma luz! Você está vendo? Meu Deus, está aqui!” Ela ficou encantada e com muito medo, pois jamais tinha visto algo igual. Logo em seguida à luz dourada, apareceu uma outra luz, só que prateada, e ao entrar no apartamento, os aparelhos se desligaram. Ela segurava forte os meus braços, com olhos arregalados de espanto, quando foi desligada de sua vigília ficou inconsciente. Nesse momento uma segunda sonda entrou no apartamento, trazendo mais um “ser” para fazer todo processo de preparação e retirada de dois óvulos, para gerar “seres” capazes de influenciar a humanidade para o caminho do bem. Ao terminar a retirada dos óvulos e fazerem o implante, despertaram-na e se foram; um cheiro de enxofre permaneceu no ar por mais de três dias (pp. 147-148).

Após este relato, podemos detectar a insensibilidade e crueldade de tais seres. Com um argumento fajuto de que utilizou a adâmica para conduzir a humanidade ao “caminho do bem”, este maligno, disfarçado de humano, entregou sua mulher aos anjos caídos, para que os malditos, além de roubar óvulos, submetessem a vítima a um implante genético, ou seja, um processo partenogenético[4]. Essa é uma estratégica bastante utilizada por Satanás e seus chefiados para infiltrar tais anomalias no nosso meio. Meditem nestas revelações descritas pela criatura aqui estudada:

[…] já existem no planeta Terra, extraterrestres na forma humana, dentro das universidades, das áreas de pesquisas tecnológicas e dos meios de comunicação, desenvolvendo importantes tarefas e repassando importantes informações aos cientistas humanos. Através de seu subconsciente, já estão infiltrados em todos os mecanismos da sociedade. Existe um grande número deles no meio da humanidade, trabalhando e convivendo com os humanos, pois há um grande projeto neste planeta que precisa alcançar uma determinada etapa, para que não caia por terra um projeto genético e evolutivo que vem se desenvolvendo há bilhões de anos.  

Este projeto genético, esboçado em rápidas palavras pelo professor humanóide, se trata da tentativa do Inimigo em descobrir a eternização dos corpos dos seus filhos miseráveis. No entanto, o tempo passa e eles não conseguem equacionar esse insolúvel problema.

Amados, fica claro que essa aberração travestida de professor, vivendo uma vida, supostamente, normal, está, na verdade, em missão maligna em nosso planeta. Ele, como todos os outros da sua espécie, se apresenta como bonzinho, altruísta, sempre disposto a servir, mas, por outro lado, aplica sua tática de corromper os humanos com conceitos espirituais que não correspondem ao que o Altíssimo quer do homem.

Conclusão

Estes seres humanóides, que já estão aqui a milhares de anos, quando não são anjos caídos materializados, se apresentam como criaturas semi-parafísicas – resultado da união dos seres decaídos com “as filhas dos homens” (cf. Gênesis 6), quando necessário, trocam de corpos – ou anomalias sintéticas – desenvolvidas em laboratórios  e implantados nos úteros humanos, semelhante ao ocorrido com a mulher do desgraçado supracitado. Também há casos destes humanóides serem deixados, ainda bebês, em situação falsamente de abandono, isto para que os humanos que encontrem tenham compaixão e os criem como filhos – mal sabem que estão levando um cobra para seus lares.

Realmente não é comum se fazer uma leitura dessa profundidade da Bíblia. Muitos cristãos afirmam categoricamente ser impossível à união de anjos e humanos e, consequentemente, a existência de uma corrente genética maligna. Quanto a aceitar ou não este ponto de vista é uma questão complexa, pois Deus guia cada um de acordo com os seus propósitos. Nossa afirmativa da existência de demônios materializados e filhos de anjos caídos, não está baseada em ensinamentos terrestres, e sim nas revelações espirituais – que estão presentes no cotidiano, nas experiências pessoais, nos debates abertos com estas individualidades do mal.

Estejam sempre atentos, pois, como alertou o grande Apóstolo João,

Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno (1 João 5:19).  


[1] Linhagem genética criado pelo Senhor, proveniente do primeiro ser humano, Adão.

[2] Essa instituição é responsável por instalar o governo global político-religioso único – Nova Ordem Mundial – que será chefiado pelo anti-cristo [o Lúcifer personificado].

[3] Para saber mais sobre o fenômeno UFO e qual seu real significado, indicamos a matéria “Extraterrestres ou anjos caídos?”, disposta no link: http://www.ufo.com.br/artigos/extraterrestres-ou-anjos-decaidos.

[4] Processo maligno desenvolvido por Satanás que consiste em inserir no óvulo das humanas, sua centelha maldita. Estes seres se utilizam das mulheres como hospedeiras, que, consequentemente, vai gerar o que chamamos de humanóides.

O Dia do Arrebatamento

Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
(1 Coríntios 15:51)

Por  Mebude Mada   

À beira do caos de proporções planetária, àqueles que conhecem os mistérios do Criador, já sentem que o próximo passo da profecia é iminente; O ARREBATAMENTO.

Este acontecimento resplandecerá por sua grandeza e beleza, pois, todo o processo contará com a presença de uma força tarefa, hierarquicamente poderosa, de anjos e arcanjos da Luz, sob o comando do Arcanjo Miguel.  Apesar das ameaças para impedir o evento, feitas por Satanás e seu exército maldito, a missão será concluída com êxito.

Na tentativa de sabotar esse momento glorioso, o Inimigo monitora os Escolhidos do Senhor dos Exércitos vinte e quatro horas por dia, não os deixando em paz nem na hora da morte, em seus túmulos – onde designou uma campanha de vigilância em cada cemitério com o objetivo de impedir o resgate dos Valentes do Altíssimo em missão na Terra. Sobre isso, Cristo respondeu a um grupo de fariseus [dentre eles, humanóides infiltrados] que, no momento da transformação dos corpos daqueles que serão arrebatados, e a ressurreição dos mortos – ou como a Bíblia também os denominam; “os que dormem em Cristo” (cf. 1 Aos Coríntios 15: 20) –, forças angelicais malignas estarão em posição estratégica para tentar impedir que os servos de Deus já falecidos, que se encontravam no paraíso, venham buscar a matéria necessária para seus novos corpos, revestidos de incorruptibilidade. Vejam:

Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem. Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias(Mateus 24:27-28).

No entanto, a tradução correta para a parte sublinhada é: Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os ABÚTRES.  Milhares de naves chefiadas por Satanás já estão em posição de guerra, aguardando o momento do resgate dos Escolhidos de Deus.

Um acontecimento grandioso, magnífico, generoso e espiritualmente suntuoso, pois, nas nuvens, invisivelmente, no comando geral do Arrebatamento dos Santos, o Senhor Jesus Cristo, o Rei dos reis, virá, Ele mesmo, receber os Seus irmãos, para, a partir desse fato magnânimo, iniciar a fase final da regeneração do planeta, do nosso sistema solar e dos homens que ficaram para trás.

Sobre o dia e a hora do prodígio, ninguém sabe, somente o Altíssimo, o Deus de Israel na sua Triunicidade. Esta tática de manter o momento em oculto dar-se, justamente, para garantir o sucesso da missão. No entanto, sabemos que o Arrebatamento acontecerá  em um único instante. A questão de fuso horário não se constituirá em impedimento, nem dependência, pois tudo será executado da outra dimensão. O Mestre é claro quando nos afirma que “naquela noite estarão dois numa cama [noite]; um será tomado, e outro será deixado. Duas estarão juntas, moendo [dia]; uma será tomada, e outra será deixada. Dois estarão no campo [dia]; um será tomado, o outro será deixado” (Lucas 17: 34-36). Então, podemos perceber que os arrebatados e os ressuscitados irão, imediatamente, para seu novo habitat, já de posse dos seus corpos transformados, regenerados, incorruptíveis, inalteráveis, indestrutíveis, ETERNOS.

Quanto ao tempo do arrebatamento, sabemos, segundo as palavras do Apóstolo Paulo, que será “num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta”(1 Coríntios 15:52). O termo traduzido para o português como sendo “momento”, vem do vocábulo grego “átomo”, definido como relâmpago, um espaço de tempo tão curto que é impossível ter divisão. Ou seja, nossa transformação será tão rápida que “num abrir e fechar de olhos” vislumbraremos a infinitude da presença do Senhor Jesus. GLÓRIA A DEUS! MARANATA!

Derrotado, Satanás, imediatamente, promoverá, em todo o mundo, diversas catástrofes para, desta forma, desviar a atenção daqueles que aqui permanecerem, passando a idéia de que o Arrebatamento está desvinculado à providência Divina. Então, a Terra será assaltada por uma onda de seqüestros, assassinatos, roubo, manifestações de UFO’s à milhares de pessoas em diversas partes do planeta, rumores de guerra e tantas outras mazelas que não desejamos a nenhum humano passar.

Por isso, amados, arrependei-vos enquanto há tempo, antes que venha o Dia do Senhor e tu se lamentes em ter ficado para trás!

Clamai, pois, o dia do SENHOR está perto; vem do Todo-Poderoso como assolação [Isaías 13:6].